Carga Blindada: congresso debate roubo de cargas no Rio

De 2013 a 2015, o estado do Rio de Janeiro teve um dos mais altos índices neste tipo de crime, totalizando um prejuízo de quase R$ 75 milhões

Rio – Um dos grandes desafios do setor de transporte rodoviário de cargas – responsável por mais de 60% da produção do país – é o roubo de cargas, modalidade criminosa que afeta fortemente a economia por seus efeitos em cadeia, resultando em uma acentuada perda de competitividade, com a transferência dos custos extras para a sociedade através do preço final das mercadorias. De 2013 a 2015, o estado do Rio de Janeiro teve um dos mais altos índices. Somente de janeiro a agosto de 2015, com o roubo das mercadorias, dentre elas alimentos, bebidas, cigarros e eletrodomésticos, o prejuízo foi de quase R$ 75 milhões.

Para debater sobre este assunto, o Sindicato das Empresas do Transporte Rodoviário de Cargas e Logística do Rio de Janeiro (Sindicarga), realiza o 1° Congresso Carga Blindada. “Em um mercado volumoso como este, precisamos estar fortes e unidos para vencer as barreiras impostas pelo setor “, justifica o presidente do sindicato, Francesco Cupello.