PCDF faz operação contra grupo criminoso que roubava cargas de cigarro

São cumpridos quatro mandados de busca e apreensão e três prisões preventivas. Duas pessoas foram detidas em flagrante com drogas e armas.

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) deflagrou a Operação Caixa Baixa, na manhã desta quinta-feira (11/2), para desarticular uma associação criminosa especializada em roubo e revenda de mercadorias ilícitas por meio de comércios legalizados em diversas regiões administrativas do Distrito Federal e Entorno.

São cumpridos quatro mandados de busca e apreensão e três prisões preventivas. Duas pessoas foram detidas em flagrante com drogas e arma de fogo.

A investigação, conduzida pela Coordenação de Repressão aos Crimes Patrimoniais (Corpatri), teve início com ocorrência registrada em 2020 referente a um roubo de carga de cigarros no Varjão. Os policiais identificaram quatro pessoas que integram o suposto grupo criminoso.

Entretanto, não se descarta a participação de outras pessoas, incluindo envolvidas diretamente no roubo de carga, bem como de receptadores. A participação de adolescentes também é apurada.

Durante a investigação, foi possível identificar, no mínimo, dois roubos majorados de carga de cigarros praticados pelos integrantes da associação criminosa, mediante violência exercida com emprego de arma de fogo, restrição de liberdade das vítimas e participação de adolescentes.

Segundo a investigação, os criminosos seguiam as vítimas no deslocamento para realizar entregas de mercadorias nos comércios do Distrito Federal. Ao estacionarem os veículos das empresas, elas eram abordadas pelos criminosos, que, rendidas com armas de fogo, entregavam as mercadorias.

A PCDF representou pela prisão cautelar dos investigados para que sejam processados por associação criminosa e roubo majorado. Levando-se em consideração o somatório das penas, elas podem ultrapassar de 30 anos de reclusão.

Fonte: Metrópolis